Sistemas de Alarme Contra Intrusão

Alarme intrusãoUm sistema de detecção de intrusão é composto por vários dispositivos, dos quais se destacam a central microprocessadora e os elementos periféricos que comunicam com a primeira.
Os periféricos, também conhecidos por sensores ou detectores, são elementos essenciais dos alarmes de intrusão. São colocados em locais estratégicos com o objectivo de detectar a intrusão e alertar os proprietários de que algo suspeito se está a passar.
Um desses dispositivos são os detectores magnéticos de abertura de portas ou janelas. Estes detectores funcionam basicamente por contacto ou pela ausência do mesmo. São geralmente compostos por duas peças separadas, sendo uma delas colocada na parte fixa da porta ou janela, e a outra na parte móvel das mesmas. Sempre que o alarmes de intrusão se encontre activado e as duas peças do componente estejam em contacto, não há qualquer disparo de alarme.
Se durante esse período ocorrer a abertura de uma dessas portas ou janelas, a separação dos dois elementos constituintes do sensor levará à activação do sistema de alarme.
Estes detectores de intrusão podem ainda ser complementados com um sensor de inércia que permite antecipar a entrada do assaltante. As vibrações que o assaltante provoca nas portas e janelas até conseguir o seu arrombamento são detectadas pelo sensor, despoletando um disparo de alarme ainda antes do intruso conseguir a sua abertura.
Os alarmes de intrusão podem ser úteis para qualquer sector de mercado, empresas, indústria, entidades públicas, espaços comerciais ou residências.